COVID-19: ARICOP apela à tomada de medidas excecionais


Na sequência das últimas medidas e recomendações do Governo e da Direção Geral de Saúde, com o objetivo de conter a propagação de Covid-19/Coronavírus, a atividade das empresas que representamos será inevitavelmente afetada.

Considerando a salvaguarda da saúde e bem estar, não apenas dos seus trabalhadores, mas também de todas as pessoas com os quais existe um contacto próximo, os nossos serviços têm recebido informação de que várias empresas estão a suspender a sua atividade por tempo indeterminado.
                                                                                   
Perante este cenário, a Direção da ARICOP, apelou ao Senhor Secretário de Estado das Infraestruturas para que sejam tomadas medidas, de modo a que não resultem consequências adicionais para as empresas intervenientes em empreitadas de obras públicas, nomeadamente:

  - Suspensão de prazos de execução referentes a todas as empreitadas em curso;
  - Suspensão de prazos de apresentação de propostas e outros inerentes à formação de contratos no âmbito do Código dos Contratos Públicos;
  - Redução dos prazos de pagamento das entidades adjudicantes.