Seguro-Caução como alternativa à Garantia Bancária nas Obras Públicas

 
Em parceria com a empresa AM SEGUROS, realizaremos no dia 15 de janeiro, pelas 15 horas, na sede da ARICOP, uma sessão de divulgação sobre Seguro-Caução.

Representando uma alternativa à garantia bancária, para efeitos da prestação da caução, prevista no Código dos Contratos Públicos (CCP), recordo que a ARICOP estabeleceu com este parceiro, um protocolo que garante condições preferenciais às empresas associadas na contratação de Seguro-Caução.

Inscrição gratuita, mas obrigatória em https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScc-KjVGaxBm3DmlCCwdFwXwKmleJvcDkc3acqRQOIX-tycjQ/viewform?usp=sf_link, ou através dos contactos habituais.

Destinada a garantir o exato e pontual cumprimento de todas as obrigações dos fornecedores do Estado, a caução é obrigatoriamente exigida à empresa adjudicatária, sempre que a obra a executar represente, pelo menos, 200.000 Euros.

De acordo com o CCP, esta caução pode ser prestada por depósito em dinheiro ou em títulos emitidos ou garantidos pelo Estado, ou mediante garantia bancária ou seguro-caução e tem, por regra, o valor de 5% do valor da obra; 

Participe e conheça melhor esta modalidade!